O deputado Carlos Brasileiro (PT) esteve com o secretário de Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir), Wilson Brito, e com o diretor da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), José Vivaldo. Eles trataram sobre as últimas pendências para implantação, em Senhor do Bonfim, da Unidade Industrial de Beneficiamento de Leite. A previsão é que as obras sejam iniciadas na próxima segunda-feira, 13 de agosto.

O investimento do governo estadual será de R$ 624 mil e vai possibilitar o processamento de até 10 mil litros por dia. O empreendimento vai beneficiar e movimentar todo o polo leiteiro da região, contemplando mais de 1,5 mil produtores do Território Piemonte Norte do Itapicuru. A unidade será gerenciada pela Cooperativa Mista Agropecuária de Senhor do Bonfim (Comasb). “A implantação deste importante empreendimento, além de gerar renda e movimentar a economia da região, vai consolidar a região de Senhor do Bonfim como polo de produção leiteira”, destacou o deputado Carlos Brasileiro.

O presidente da cooperativa, José Ranulfo Guimarães, afirmou que esta é uma grande vitória, sobretudo para os pequenos produtores. “Antes a produção era destinada diretamente ao mercado local e não havia garantia de retorno. Com a chegada do laticínio, os produtores vão agregar valor ao produto e terão a certeza de venda. O Governo do Estado já se comprometeu com a compra de 30% da produção que será destinada à merenda escolar”, citou.

A unidade industrial será construída às margens da BR 407, após a subestação da Chesf, em Bonfim. A planta será modular e os produtos que serão industrializados contarão com uma marca própria. Além do leite embalado, a unidade poderá fabricar iogurtes, manteiga, queijos, entre outros produtos lácteos.

Para o secretário Wilson Brito, com o início das operações da unidade, o mercado do leite e de seus derivados vai ganhar impulso significativo na região. “O município possui um alto potencial da cadeia leiteira. Com a organização das atividades, os produtores vão garantir mais produção e renda”, afirmou.

 

Assessoria de Comunicação