Tornou-se um salutar hábito cultural na cidade de Senhor do Bonfim a inauguração de estarias relacionadas à arte, à história e à cultura local. Nesta linha, contando com o cinzel competente de Flori, Leo e Galego, artesãos de Campo Formoso, já foram inauguradas em Senhor do Bonfim as seguintes estátuas: a Índia, em Missão do Sahy, comunidade remanescente indígena; o escravo liberto, em Tijuaçu, comunidade quilombola; a Pantera, na entrada secundária do Parque da Cidade.

Nesta quinta-feira (21) foram inauguradas mais duas estátuas: O Retirante, na Praça Nova do Congresso; Luiz Gonzaga, na entrada principal do Parque da Cidade. A primeira estátua traz um belo retirante, com uma criança aos ombros e outra aos pés, bem como um cachorro; A segunda, retrata o rei do Baião, Luiz Gonzaga, que esteve em Bonfim, pela última vez, apresentando-se na Praça Nova do Congresso, no dia 18 de junho de 1988.

As estátuas são esculpidas a partir da pedra biotita e trazem uma beleza e um compromisso com a arte de forma inenarrável.