Várias comunidades rurais nos municípios de Campo Formoso, Antônio Gonçalves e Pindobaçu, no Piemonte Norte do Itapicuru, sofrem com a ausência de água encanada. Com o momento de forte estiagem no semiárido, a situação ainda é mais agravante. Diante da necessidade de garantir qualidade de vida a cerca de 2,5 mil famílias, de 14 localidades, o deputado Carlos Brasileiro (PT) fez indicação, na Assembleia Legislativa, para que o governo estadual proceda a construção do sistema de abastecimento de água “Borda da Mata”, na região.

O parlamentar lembrou que as famílias passam por dificuldades, já que as comunidades estão situadas bem distantes dos centros urbanos e as vezes em condições de isolamento, quer pela ausência de estradas adequadas, quer pela ausência de tecnologias que guardem água por longos períodos. A falta do líquido tem  ainda provocado a devastação das lavouras e o êxodo rural.

 

“A construção deste Sistema de Abastecimento de água beneficiará milhares de famílias que vivem nas entranhas do nascedouro do rio Itapicuru Açu, mas que até agora não puderam receber o benefícios deste rio caudaloso, e que alimenta tantos outros baianos que vivem distantes da sua origem”, citou Brasileiro. 

 

A indicação visa contemplar as comunidades de Borda da Mata (45 famílias), Alagadiço/Alvacã (170 famílias), Algodões (80 famílias) e Botoque/Mucambinho (40 famílias), no município de Campo Formoso; Brejão da Grota (300 famílias), Salgada/Gado Bravo (60 famílias), Assentamento Novo Maranhão  (45 famílias), em Antônio Gonçalves; Marota (300 famílias), Carnaíba de Baixo (950 famílias), Jatobá (300 famílias) e Angico (170 famílias), no município de Pindobaçu.

 

 

Gabinete do Deputado Carlos Brasileiro Assessoria de Comunicação Tel.: (71) 3115.5570/7153