Empresa investirá mais 500 milhões em Campo Formoso

 

Em reunião realizada na última segunda (28) no Povoado de Lage dos Negros foi anunciado aos moradores locais que nessa região a empresa SoWiTec do Brasil, montará um parque eólico localizado na Serra do São Francisco, com aproximadamente 150 torres geradoras de energia que poderá produzir 45 MW/ano. Suficiente para abastecer uma cidade de 200 mil habitantes.
Os investimentos segundo Ramon Ribeiro, Desenvolvedor de Projetos, serão investidos aproximadamente R$ 500 milhões, para montar o parque.
Ramon Ribeiro falou também as parcerias que deverá ser firmada como a prefeitura de Campo Formoso para a instalação de e modernização local, com a ampliação do Posto de Saúde e a presença de uma equipe médica permanente, a vinda de uma agência bancária pois é inviável que os funcionários que serão contratados devam ir até a sede do município para receber seus pagamentos, instalação de um posto policial também com policiamento 24 horas, instalação de telefonia móvel, entre outras. Os investimentos no Parque Eólico Delfina está previsto para o segundo semestre de 2012.
Atualmente, o Brasil produz 442 TWh com uma capacidade instalada cerca 90 000 MW. O consumo alcança os 375 TWh de eletricidade ao ano. Devido ao tamanho do país e o suprimento de energia centralizado, a transmissão perde 16% ou aproximadamente 70 TWh. A energia do Brasil aponta uma forte dependência em grandes centrais hidroelétricas. A demanda para eletricidade está crescendo aos 4% – 5% ao ano, que requer alguns 3 000 MW – 5 000 MW adicionados à capacidade por ano. Se a energia eólica fosse escolhida, esta lacuna representaria um total potencial de 7 500 MW – 12 500 MW de energia eólica por ano, baseado no fator de potência de 40%. Analistas projetam um potencial total de energia eólica para o Brasil de 143 000 MW, devido aos excelentes recursos eólicos encontrados nos estados do Nordeste. A SoWiTec considera o Brasil como o maior mercado de energia eólica do futuro.

Firmemente estabelecida no mercado, a SoWiTec do Brasil está bem preparada para realizar os seus ambiciosos “pipelines” de atualmente mais de 8 800 MW. Os projetos estão localizados nas mais promissoras áreas para energia eólica.

Por: Rodrigo Vicente/foto ilutrativa