O Programa de Erradicação de Trabalho Infantil (PETI), por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou na tarde de quinta-feira, 24 de maio, em Jaguarari, em sua sede, que fica situada a rua das cajazeiras, um encontro para as crianças matriculadas no programa. Quando tratou sobre a exploração sexual e física a menores, o trabalho infantil, além das condições de trabalho que agridem a dignidade dos adolescentes. A fórmula adotada para abordagem dos temas variou do teatro de fantoches à exibição de desenhos animados.

Além das apresentações citadas, palestrou a educadora do PETI de Pilar, senhora Aldenir Silva, que tratou também da importância de se denunciar e responsabilizar os autores de violência sexual, física e todos que submetem crianças e adolescentes a condições de trabalho irregular.

O PETI atua no município, distribuindo suas atividades em cinco núcleos: Sede, Flamengo, Gameleira, Pilar e Santa Rosa. Em Jaguarari atende 03 dias na semana as crianças e adolescentes no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo, nos turnos da manhã e tarde, sendo 02 dias são para acompanhamento a família e escola regular. Em todo o município atende a cerca de 250 pessoas, entre crianças e adolescentes.

Para denunciar algum tipo de abuso contra crianças e adolescente, seja de imposição de trabalho em condições indevidas, abuso sexual, ou qualquer outro tipo de violência, basta discar o nº 100; ou se preferir, procurar o posto de atendimento do CRAS, CREAS e Conselho Tutelar mais próximo de você.

O encontro foi uma iniciativa da Prefeitura Municipal, em parceria com a rede de apoio e proteção à criança e ao adolescente: Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente; Conselho Tutelar; CRAS (Centro de Referência em Assistência Social); CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).

Cledson Carvalho.
9963.4706 / 3619.2121