O município de Senhor do Bonfim iniciou nesta terça-feira (22/05), no Centro Cultural Ceciliano de Carvalho o II Encontro Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – UNDIME-BA. O evento contou com a parceria do Ministério de Educação e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, e com apoio da Secretaria de Educação-SEMEC e prefeitura municipal.

O objetivo principal do evento foi promover a integração das políticas públicas educacionais, como também buscar o fortalecimento da gestão municipal. Estiveram presentes vários profissionais da área de educação de diversos municípios da Bahia, entre eles: Senhor do Bonfim, Jaguarari, Antonio Gonçalves, Andorinha, Filadélfia, Saúde, Biritinga, Campo Alegre, Igrapiuna, Itajuipe, Livramento, Manoel Vitorino, Maiquinique, Mirangaba, Morro do Chapéu, Nova Soure, Pilão Arcado, Serra Dourada, Umburanas, Utinga e Várzea Nova.

A abertura da programação contou com a participação dos alunos do grupo de dança da Escola Municipal de Cariacá. Após a apresentação a Secretária de Educação de Senhor do Bonfim, Maria das Neves, falou em nome do presidente da UNDIME-BA, Luiz Valter de Lima, dando boas vindas a todos: “Este encontro é de suma importância, espero que vocês nestes três dias possam aproveitar o máximo possível, este é nosso segundo encontro, tirem suas dúvidas com os técnicos do MEC e do FNDE”.

O prefeito Paulo Machado que também é professor, doutor em educação, ex-presidente da UNDIME-BA, fez uma breve saudação a todos os educadores de cidades participantes, ressaltando os conceitos de políticas públicas: “não podemos fazer políticas públicas visando só um objetivo, temos que englobar saúde, infraestrutura, entre outros elementos que venham fortalecer as políticas públicas aplicadas, buscando recursos através de objetos e projetos concretos, fortalecendo assim cada vez mais o conceito de políticas públicas a serem aplicadas em nosso cotidiano”.

Palestrantes do evento:

Primeira palestrante – Dr. Ítala Suzana promotora pública de Justiça, convidada pela secretaria de educação, com o tema: O papel do ministério público no controle das políticas publica dos programas sociais da educação. Ressaltando os direitos sociais da constituição federal (art. VI), onde todo cidadão tem o direito de ter: Educação, saúde, moradia, trabalho, lazer, segurança, previdência social, auxílio maternidade e preservação do meio ambiente.

Segundo Palestrante – Professor Mestre Paulo Alves, representante do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE apresentou o tema: Ensino de Nove Anos: implantação de um debate atual que está no período de reflexão de currículos das escolas, e seus desafios desde sua aplicação em 2010. As dúvidas dos educadores foram tiradas, já que a elaboração do currículo que antes era em cima de oito anos e agora passou a ser elaborada de nove anos.

Terceira e última palestra- Professora Drª Andréia Lisboa de Souza – Coordenadora do programas dos Quilombolas no Estado da Bahia, com o tema: Políticas Públicas Desafio para Educação das Relações Étnicas- raciais e Suas Desigualdades em Relação ao Povo Quilombola – os preconceitos enfrentados pelas crianças negras nas escolas e suas dificuldades no aprendizado entre o descobrimento da melhor estratégia a ser adotada para a diminuição do preconceito racial no Brasil.

Ascom