Os ônibus que fazem linha para as cidades do interior da Bahia com  origem na Rodoviária de Salvador foram impedidos de partir nesta  quarta-feira em razão da greve dos rodoviários. Segundo informações da  Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia,  Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), os rodoviários que fazem  as linhas intermunicipais também aderiram ao movimento. Por conta da  greve, a Agerba decidiu suspender as equipes que fiscalizam o transporte  clandestino na BA-093, BA-099 e BR-324. “A decisão veio de cima. É uma  situação chata para nós, pois como é que vamos apreender veículos com  pessoas dentro, se não temos vias alternativas de transportes para esses  passageiros. A Agerba não tem como locomover os passageiros para seus  destinos, mas isso não quer dizer que o órgão indica o uso desses  veículos clandestinos. Nós saímos das rodovias para evitar indisposições  com as pessoas que necessitam ir parar outros lugares”, disse Abd-ul  Ramid, agente de fiscalização da Agerba. Os 540 horários oficiais de  ônibus que saem do terminal rodoviário de Salvador foram suspensos. Os  guichês das empresas que operam pelo terminal também suspenderam a venda  das passagens, inclusive as antecipadas, por tempo indeterminado.  (Correio)