O objetivo desta reunião é identificar as famílias que verdadeiramente estão sofrendo com os efeitos da seca” – falou a secretária de Assistência Social Camila Machado ao abrir a reunião realizada nesta terça-feira, 15, no auditório do Sindiferro, na Rua Operários da Leste.

O evento contou com a presença dos demais secretários de governo e de representantes dos sindicatos e das associações rurais de Senhor do Bonfim. Foi abordada entre eles a melhor forma de realizar o cadastro e a distribuição de alimentos às famílias que vêm sofrendo com os efeitos da seca no município.

“Seguindo a recomendação do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e do governo do estado, a distribuição desses alimentos seria apenas para as famílias que estão cadastradas no Cadastro Único, conhecido também como Programa Bolsa Família,  mas seria muito mecânico pegar uma lista em um computador e distribuir os alimentos apenas as pessoas incluídas nessa lista” – explicou a secretária Camila Machado.

A origem da ajuda parte da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e Combate à Pobreza e da Secretaria de Relações Institucionais (Serin). O Governo Cuidando da Nossa Gente buscará identificar as famílias que estão mais necessitados de amparo. O propósito é de reunir as comunidades envolvidas através dos seus líderes comunitários, presidentes de associações, administradores de distritos, assim como profissionais de saúde, educação e assistência social que estão diretamente ligados à realidade da população.

Doações – Todas as secretarias estão participando dessa reunião e ajudarão na triagem e distribuição de alimentos e vale-cestas. Serão distribuídos:

  • 259 sacas de feijão;
  • 7.798 kg de arroz;
  • 894 vales-cestas de alimentos da Empresa Baiana de Alimentos (EBAL).

Beneficiários – As famílias afetadas pela seca, inscritas no Cadastro Único de Programas Sociais do MDS – Cadúnico, que possuam renda mensal per capita de até meio salário mínimo e, preferencialmente, aquelas cuja renda mensal per capita seja inferior a ¼ (um quarto) do salário mínimo estão na lista de beneficiários.

Segundo Camila Machado a pessoa tem que estar obrigatoriamente nesse cadastro para poderem receber o alimento, mas se for constatado que a família não está cadastrada, será realizado esse cadastramento. Para isso, funcionários da Semas que trabalham no sistema do Bolsa Família farão um plantão.

Seleção dos beneficiados – A escolha das famílias beneficiárias deve ser realizada por uma comissão municipal composta por representantes do poder público municipal e estadual, incluindo o Ministério Público, e por representantes da sociedade civil ou por um conselho municipal vinculado às Políticas de Segurança Alimentar e Nutricional, Desenvolvimento Rural Sustentável, Saúde ou Assistência Social.

Critérios de escolha – Na seleção, a comissão ou conselho municipal  observará os seguintes critérios:

  • Famílias com presença de gestantes e nutrizes;
  • Famílias com presença de idosos e crianças com até 2 anos de idade;
  • Famílias chefiadas por mulheres;
  • Famílias acampadas e oriundas de povos e comunidades tradicionais;

Formação das Subcomissões: No final da reunião representantes das associações e de sindicatos se dividiram em grupos para escolherem a melhor maneira de realizar o cadastro e a distribuição de alimentos e cestas básicas. As subcomissões serão compostas por um profissional da Saúde; um profissional da Educação; outro da Assistência Social;  pelo administrador  de cada localidade e um representante da sociedade civil.

Cadastro Nos registros devem constar nome completo e apelido, endereço com ponto de referência, RG, NIS (número) e a quantidade de membros da família.

Na reunião – Vice-prefeito, Aurélio Soares;  Maria das Neves (Educação e Esportes);  Raimunda Almeida (Integração); Auzeneide Nunes (Infraestrutura); Luciano de Souza (Agricultura); Claudio Nunes (Administração); Reinaldo Santana (Coordenador do Sindicato dos Trabalhadores Rurais), representantes do Conselho Municipal de Assistência Social das Associações Rurais: Caco de Telha, Lagoa do Cocho, Lagoa do Peixe, Caldeirão de Dentro, Cazumba I, Garrote, Cachoeirinha, Mocó, Tapuia, Picada, Barroca de Cima, Sol Nascente, Moradores do Quicé, Curadeira, Tanquinho, Tocaia, Varzinha, Pequenos Agricultores de Quicé.

Ascom