Professores da Rede Estadual de ensino, que estão há mais de 20 dias em greve, compareceram a Câmara Municipal de Senhor do Bonfim, para protestar contra o tratamento dispensado pelo governador Jaques Wagner para com a categoria.

Os professores foram pedir apoio do poder legislativo a fim de que façam interferência junto aos seus deputados na assembléia legislativa do estado da Bahia, em busca de apoio nas negociações das reivindicações dos profissionais do magistério.

A Professora Rita de Cássia da Silva Santos, representante da APLB SINDICATO, ao usar a tribuna da Câmara, cobrou apoio dos edis, pois até aquele momento com 21 dias de greve, ninguém havia se manifestado em prol do movimento grevista, uma vez que a categoria se encontrava concentrada todos os dias a partir da 09h00min; Ao lado das lojas Maia.   A professora Rita taxou de lamentável a decisão do representante de Senhor do Bonfim, deputado Carlos Brasileiro do PT, que recebeu votação em dois mandatos consecutivos por parte dos professores de forma inexplicável votou contra a categoria, atitude considerada lamentável.

Foi dito ainda que o governador  tentou vencer os professores pela dor,quando  cortou o dia  dos grevistas,que  mesmo assim não cederam a pressão, e continuam firmes em suas reivindicações por conquistadas retiradas de forma arrogante por parte do governador da Bahia.

Contas de Brasileiro retornam a Câmara de Bonfim

Assessoria Jurídica da Câmara apresentou parecer favorável ao retorno para nova votação das contas rejeitadas do ex-prefeito Carlos Brasileiro exercício 2001.

Os vereadores Gerivaldo Sampaio do PSC, Gilberto Pires do PSB e Lucia Cerqueira do PHS, são os membros da comissão que analisará a documentação da contas rejeitadas terão um prazo de até 60 dias para apresentar parecer sobre o processo

Comissão de ética

Foi formada uma comissão com os vereadores; Gerivaldo Sampaio(PSC), Ivan Barbosa(PT) e Carlos de Tijuaçu(PHS),  para apurar se houve falta de decoro parlamentar por parte do Vereador Laércio Muniz(PTN), que denunciou que a mesa daquela casa legislativa tinha conhecimento das contas de Brasileiro e não colocou em votação.

Projeto que concede férias ao Prefeito e aos Secretários foi aprovado

Foi aprovado projeto de Lei do executivo de Nº 05/2012, que dispõe sobre a concessão de férias ao Prefeito e secretários Municipais.

O parecer da Comissão de Legislação, Constituição, Justiça e Redação final presidida pelo Vereador Gustavo Miranda(PCdoB), que considerou o projeto de lei inconstitucional, teve seu parecer rejeitado por 8×2.

Por Cleber Vieira