Policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR)  localizaram, na madrugada de ontem (25), o esconderijo dos ladrões que  assaltaram a joelharia Felissa, localizada no Shopping Salvador.  Jeferson Barbosa de Morais, o “Jefinho”, 39 anos, e Evandro Lima dos  Santos, conhecido como “Barriga”, 21, foram presos num imóvel em  Queimadas, cidade distante 300 quilômetros de Salvador. No local, a  polícia encontrou joias e cerca de um quilo de maconha.

O titular da unidade especializada, delegado Marcos César, apresentou  os dois ladrões à imprensa, na manhã de hoje, na sede da DRFR (Baixa do  Fiscal). As investigações apontaram que “Barriga” também participou do  roubo a outra joalheria, no bairro da Barra, em julho de 2011. Ele já  tinha passagem por tráfico de drogas pela 1ª Delegacia Territorial  (Barris).

Um mandado de prisão já havia sido expedido pela Justiça, a pedido do  delegado Marcos César, que há um mês vinha investigando o paradeiro de  Evandro. Jeferson também havia sido preso na DRFR por envolvimento em  assaltos. Ambos vão responder por tráfico de drogas, associação para o  tráfico e serão indiciados em inquérito policial por roubo.

A namorada de “Barriga”, Eliene Santos de Jesus, 20, também foi presa  no imóvel ocupado pelos ladrões, em Queimadas, onde ela vivia. Eliene  vai responder por associação para o tráfico e já está custodiada na  carceragem feminina da Delegacia Especial de Repressão a Crimes Contra a  Criança e o Adolescente (Dercca).

ASSALTO

A polícia disponibilizou imagens gravadas pelo circuito interno de  segurança da joalheria no shopping onde “Jefinho” e “Barriga” aparecem  rendendo uma funcionária e subtraindo R$ 300 mil em joias, em março  deste ano.

Parte do material foi recuperado pela polícia e devolvido a um  representante da loja que esteve na delegacia na tarde de ontem. Os  assaltantes também foram reconhecidos por duas funcionárias do  estabelecimento.

Segundo informou o delegado Marcos César, as investigações devem  prosseguir até a identificação do receptador das peças roubadas. A  maconha encontrada em poder do trio foi encaminhada para perícia no  Departamento de Polícia Técnica (DPT). “Barriga” e “Jefinho”  permanecerão na carceragem do Complexo Policial dos Barris, à disposição  da Justiça.