BASE ALIADA

A reunião realizada no último sábado(07), em uma Chácara, na Fazenda Barro, não foi tão tranquila como informou bem recente o prefeito Paulo Batista Machado(PP). Com as presenças dos vereadores Biro-Biro(PV), Otávio Xisto(PMN), Carlos do Tijuaçu(PHS), Lúcia Cerqueira(PHS) e Gilberto Pires (PSB), foram discutidos detalhes das eleições deste ano e aprovação ou reprovação das contas de Brasileiro na Câmara.

Com relação as eleições, Machado informou que um instituto  foi contratado para realizar uma pesquisa de opinião pública ainda esta semana. O vereador Biro-Biro, questionou se Machado teria um plano B, caso seu nome não desponte  no interesse do eleitorado.. O vereador ainda questionou se haveria possibilidade de receber o apoio do prefeito.

Paulo Machado, declarou que não haveria nenhuma possibilidade hoje, de apoiar Biro-Biro, e que se de fato acontecer o chamado plano B, o apoio do grupo seria para Carlos Brasileiro ou Dr Correia, quem estiver melhor nas indicações.

Quanto as contas de Brasileiro, na Câmara de Vereadores, Machado praticamente deixou a vontade os seus vereadores. Helson e Geri, não participaram da reunião a pedido de Paulo Machado.

Os vereadores também cobraram do prefeito mais atenção. Para eles, Machado tem privilegiado demais o vereador Helson de Carvalho.

Três vereadores que participaram da reunião do sábado que passou, confirmaram a intenção de Machado quanto ao plano B, e de não prejudicar Brasileiro na votação das contas na Câmara de Bonfim.