O Ministério Público do Estado da Bahia determinou que três farmácias em situação de irregularidade fossem fechadas no município de Itiúba, no  centro-norte baiano. Na ação, desempenhada nesta quarta-feira (11),  também foram apreendidos diversos produtos e remédios. “As farmácias  interditadas funcionavam clandestinamente, sem a competente autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), alvará da  Vigilância Sanitária e sem a contratação de farmacêutico responsável,  tendo sido constatada a existência de cosméticos e remédios com prazo de   validade expirado, além de outras irregularidades”, disse o promotor de  Justiça Sammuel de Oliveira Luna, que intermediou o procedimento.  Segundo o promotor, as empresas fornecedoras – identificadas através de notas fiscais apreendidas – receberão “pesadas multas”, já que  forneceram medicamentos a farmácias clandestinas. O MP deve entrar em  contato com outros promotores da região de Senhor do Bonfim para  verificar irregularidades em drogarias de outros municípios. Os  estabelecimentos de Itiúba permanecerão interditados até que os  proprietários façam a regularização necessária. (BN)