Nesta terça-feira (10), o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) promoveu o ato de entrega de 53 retroescavadeiras a 55 municípios da Bahia. A ação faz parte da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2). O evento, que foi realizado em Feira de Santana, a 104 quilômetros de Salvador, contou com a presença do ministro Pepe Vargas. Na ocasião também foi feito o lançamento estadual da Rede Brasil Rural e um mutirão de documentação para as trabalhadoras rurais. A solenidade aconteceu às 9h, no pátio do Departamento de Estradas e Rodagens da Bahia (Derba).O presidente da UPB, prefeito de Camaçari Luiz Caetano assinou com o Ministério do Desenvolvimento Agrário acordo de cooperação para a implementação de políticas voltadas ao desenvolvimento rural e sustentável do Brasil.
As retroescavadeiras entregues pelo MDA vão contribuir para o desenvolvimento dos municípios da região que têm dificuldades para realizar investimentos em infraestrutura, além de viabilizar obras de melhorias das estradas vicinais, facilitando, assim, o escoamento da produção no estado que possui o maior número absoluto de agricultores familiares do país. De acordo com dados do Censo IBGE, os estabelecimentos da agricultura familiar na Bahia somam mais de 665 mil.
As 53 máquinas — que irão beneficiar 55 municípios — fazem parte de um total de 92 (91 retroescavadeiras e uma motoniveladora) que beneficiarão 93 municípios baianos, representando um investimento total quase R$ 16 milhões do Governo Federal, via MDA. Três municípios, dos 55 que recebem na terça, irão usar uma retroescavadeira em sistema de consórcio: Cansanção, Itiúba e Queimadas. Outros sete municípios baianos da região da Chapada Diamantina – fortemente atingida pela estiagem -, já haviam recebido em março as máquinas adquiridas com recursos do PAC2.