A Polícia Federal esteve na Assembleia Legislativa da Bahia na manhã de hoje(03). Segundo informações os agentes foram ao gabinete do deputado Roberto Carlos (PDT) e também ao setor de Recursos Humanos da Casa. Em contato com o Bahia Notícias, a assessoria do órgão confirmou a informação de que está na AL-BA, mas disse que não poderia fornecer mais detalhes. Uma coletiva está marcada para as 15h na sede da PF em Salvador para dar mais esclarecimentos. Outra parte da operação ocorreu em Juazeiro na manhã desta terça-feira (3). A polícia foi à casa de assessores e pessoas próximas ao político, que é presidente do clube de futebol Juazeirense.

Operação Detalhes: Deputado manteria oito funcionários fantasmas, segundo PF

.

A Polícia Federal batizou de Detalhes a operação desencadeada na manhã desta terça-feira (3) na Assembleia Legislativa da Bahia e nas cidades de Juazeiro, Uauá e Petrolina. Doze mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 1ª Vara do Tribunal Federal de Brasília e são cumpridos no gabinete do deputado estadual Roberto Carlos (PDT), no SAC de Juazeiro e na casa do pedetista, localizada no mesmo município. A Polícia Federais investiga a suspeita de que o parlamentar mantinha oito funcionários fantasmas, que receberiam entre R$ 3 mil e R$ 8 mil na folha de pagamento e transfeririam parte dos valores para a conta do deputado, de sua mulher e de um dos filhos. Sessenta homens da PF estão envolvidos na operação, que apura sonegação fiscal, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Apesar da movimentação dos agentes na sede do Legislativo baiano, o clima é tranquilo e os funcionários da AL-BA chegam para trabalhar normalmente.

(Informações do Bahia Notícias)