A empresária Nerivalda Almeida de Oliveira, proprietária da loja Só Vidros, pode ser mais uma vítima da dengue em Jacobina. Ela morreu na noite deste sábado (31), no Hospital Aliança, em Salvador, com a suspeita da doença do tipo hemorrágico. Antes de ir a óbito,  a empresária passou pelo Hospital Regional Vicentina Goulart, em Jacobina,  onde recebeu  os primeiros atendimentos,  mas, com o agravamento do seu quadro de saúde, acabou sendo transferida para capital do estado.

Se confirmado oficialmente, esse será o segundo caso de dengue hemorrágica com vitima fatal em Jacobina. O primeiro  foi registrado no dia 19 de fevereiro, quando faleceu o médico Igor Porto, de 31 anos.Outro caso suspeito de dengue hemorrágica  é o da professora Cândida, esposa do secretário de Finanças de Jacobina, que se encontra internada no Hospital Espanhol em Salvador.Em contato com a secretaria de Saúde de Jacobina, o Notícia Livre foi informado que somente a Sesab (Secretaria Estadual de Saúde) poderá confirmar  oficialmente se a morte da empresária foi causada por dengue hemorrágica. O Hospital Aliança também não quis comentar o assunto.

NoticiaLivre