Pela terceira vez consecultiva as contas relativas ao exercicio financeiro de 2010, da Prefeitura de Ponto Novo, foram adiadas mais uma vez. O prefeito Marcos Silva, tenta no TCM, desvincular as suas contas das de Anderson Luz, o que ainda não foi possível.

Para o TCM, não existem duas prefeituras em Ponto Novo, e por esse motivo, serão analisados os dados de 2010, de responsabilidade de ambos. No parecer prévio, emitido pelo Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, foram encontradas diversas irregularidades cometidas por Anderson e Marcos Silva, e o pior, eles não cumpriram o mínimo exigido nos índices das áreas de saúde e educação.

Marcos Silva, está tentando adiar ao máximo a votação no TCM, para poder garantir o direito de registrar sua candidatura, mas dificilmente conseguirá atingir essa sua pretensão.

As contas  de Jair Venâncio, ex-presidente da Câmara, também rejeitadas por irregularidades, foram também adiadas. Aguarda-se nova  pauta.