O secretário estadual de Desenvolvimento Social, Carlos Brasileiro, anunciou a execução de diversos serviços que deverão garantir o abastecimento de água, sobretudo nos períodos de estiagem, na região de Senhor do Bonfim. Somente este ano, deverão ser implantadas mais de 4,5 mil cisternas de consumo nos municípios, além de outras 2 mil cisternas para produção, incluindo ainda tecnologias sociais de captação de água da chuva em propriedades rurais. Somente nestas duas ações, os investimentos vão ultrapassar de R$ 23 milhões.

Seca – Brasileiro ressaltou a importância das ações duradouras, que proporcionarão a melhoria da qualidade de vida de milhares de famílias no semiárido baiano. No entanto, ele citou que, em função da atual seca, diante da estiagem prolongada em dezenas de municípios, ações emergenciais estão sendo executadas para assistir às famílias que passam pelo problema da falta de água.

Através da Coordenação de Defesa Civil, a Sedes já havia executado serviços de limpeza de aguadas em Bonfim e Andorinha, com 480 horas de trator. Somente em Bonfim, as medidas beneficiaram as comunidades de Caçador, Lagoa do Boi, Picada, Pinicapau, Queimado, Rodeador, Sítio da Umburana e Tapuia. Também houve abastecimento de água de 29 comunidades, com fornecimento, através de carros-pipa, de 2,3 milhões de litros, em comunidades que ficam nas regiões de Tijuaçu, Quicé e Igara.

Mais ações – Diante do prolongamento da estiagem, mais ações emergenciais serão desenvolvidas, com limpeza de aguadas, abastecimento com carro-pipa e distribuição de cestas básicas. Toda a região de Senhor do Bonfim será contemplada, com investimentos que passarão, inicialmente, de R$15 milhões, sendo que parte dos recursos está sendo disponibilizada através do Ministério da Integração.

O secretário já havia informado que mais de 460 famílias de 11 localidades de Bonfim e Jaguarari também passarão a ser atendidas com sistema de abastecimento de água. Em Jaguarari, 60 famílias da região da Fazenda Sussuarana serão beneficiadas. Em Bonfim, serão 400 famílias rurais contempladas com o sistema de abastecimento, nas comunidades de Rancharia, Pinica-pau, Raposa, Gameleira, Lagoa do Boi, Queimado, Caldeirão de Dentro, Garrote, Várzea Cumprida e Sítio da Umburana. Brasileiro citou ainda a ampliação do abastecimento atendendo comunidades como Cazumba I e II, Lajes e Três Morros.

Adutora – Outra boa notícia para a região é o reinício, em breve, das obras da adutora Ponto Novo/Bonfim. A Embasa está realizando a relicitação para finalização dos serviços. Serão investidos mais R$ 21 milhões nesta etapa. Toda a obra representa investimento do Governo Estadual/Embasa da ordem de R$60 milhões, sendo que parte já foi realizada e todo o material adquirido. Ela vai garantir mais água para o sistema que abastece Bonfim, Jaguarari e Itiúba e, em uma segunda fase, a cidade de Andorinha, que está sendo atendida temporariamente pela adutora da Caraíba.