A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente do Município de Cansanção, representada pelo secretário Osmilton Ribeiro, promoveu uma reunião na manhã de hoje(22) no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cansanção para definir as comunidades contempladas com o “Projeto Cisternas” que irá construir 380 novas cisternas no município de Cansanção.

A reunião contou com a presença de líderes comunitários e representantes da UAPAC, STR, Igreja Católica, Humana, Ascoob e Arefase. As localidades de Ponta da Banca, Pocinhos, Junco da Laje Nova, Laje Nova, São Miguel, Rio Cariacá, Mandacarú, Serrote do Meio, Vacella, Juazeiro do Piroca, Jacurici, Lajedo, Jitirana, Vargem Comprida, Gado Bravo, Lajes, Pedra da Onça, Lagoa Seca, Lagoa Grande, Morro Branco serão contempladas com a construção das novas Cisternas.

O projeto Cisterna, faz parte do programa Água  para Todos, visa garantir o acesso à água de qualidade e em quantidade  suficiente a famílias rurais do semiárido. A ação é realizada através de  parceria entre a prefeitura, o governo baiano, por meio da Secretaria de  Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), e o governo federal,  via Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

As cisternas de consumo contam com capacidade para  armazenar 16 mil litros de água captados diretamente do telhado das  residências nos períodos de chuva. Ela permite o abastecimento humano  (água para beber, cozinhar e higiene) durante os meses de estiagem –  normalmente 8 meses – a uma família de 5 pessoas, considerando que cada  pessoa gasta, em média, 14 litros de água por dia.

ASCOM/PMC