Carros-pipas impedidos de entrar na EMBASA

Vários moradores que residem na Rua Formosa, em Saúde, próximo a central de tratamento da ”EMBASA” impediram na noite desta terça -feira(20), a entrada de dois caminhões para abastecer a caixa que leva água para ás ruas.Segundo eles o bloqueio era para pedir que a rua onde os mesmos moram sejam também abastecidas pela água, “não caí uma gota do liquido nas nossas torneiras à seis dias”. Disse uma moradora .

O engenheiro da empresa Fernando Pereira, foi chamado ao local, onde conversou com moradores determinado que o carro fizesse o abastecimento. Mesmo assim eles ainda questionaram a maneira como a “EMBASA ,“vem fazendo para distribuir a água para a população. Relatando que em determinadas ruas a agua está caindo de dois em dias e em outras não.Fernando disse que a situação se complicou,informando que foi comunicado que em Caldeirão Grande, não querem mais que os carros busquem água na central de tratamento para abastecer Saúde ,disse ter ficado surpreso com a noticia mais que irá tomar outras medidas para tentar solucionar o problema.

Segundo o radialista André Araújo, apresentador do Jornal da Rádio Paiaiá FM, e reponsavél pelo site Espaço Aberto.Net, Há um clima de desentendimento que envolve alguns moradores de Caldeirão Grande e Saúde, na realidade uma rivalidade absurda para os tempos modernos de hoje, e que não contribui para absolutamente nada.

Com a Barragem do Paiaiá completamente seca, e com o impedimento de receber água de Caldeirão Grande, a situação dos moradores de Saúde começa a ficar insustentavel.

é chegado o momento em que os prefeitos dos dois municípios possam sentar para resolver o mais rapidamente o problema.