Animais  estão perdendo peso pela falta de comida.

Com a longa estiagem  em nossa região, já da pra vê o sofrimento que o homem do campo vem enfrentando nestes dias em toda região. Em Saúde não é diferente,  rios que abastecem a cidade já estão praticamente secos, o rio das Pedras  que corta o município  hoje esta praticamente seco. Sem falar no rio Paiaiá, onde abastece toda cidade, outra dificuldade é  a zona rural onde à água encanada porém em determinados locais , a água não chega, muitos estão sendo abastecidos  com o único carro pipa disponível no munícipio.

 

– Tá sendo a pior seca em toda região, muitos tem esperanças  que agora no mês de março, possa  melhorar e acabar com este sofrimento. O gado já não tem mais o que comer a pouca água que resta, está sendo poupada pra o gado e o consumo humano.O Agricultor Raimundo José dos Santos, que tem uma pequena propriedade na fazenda São Sebastião, nos informou que em sua propriedade os animais só não morreram ainda porque  ainda resta um pouco  d’água no rio , mesmo já cortado, ou seja sem mais correr onde o mesmo com muita dificuldade consegue escavar e tirar um pouco do liquido precioso para da  ao gado. Porém a fome do rebando é tão grande que nem pé de Mandacarú cheio de espinhos está escapando do cardápio dos animais famintos, e palha de licurizeiro  onde é cortada  e dada às suas poucas cabeças  de gado.

www.espacoaberto.net