Quiosque 2, em frente à Igreja Assembleia de Deus (azul, à direita)
Da Redação Portal Ponto Novo
 A Prefeitura Municipal de Ponto Novo inaugurou na quinta-feira (23) dois quiosques, situados na Avenida Lomanto Júnior, bem na entrada da cidade. Considerada a obra mais polêmica da gestão do atual prefeito, os quiosques estão localizados em frente à Igreja Assembleia de Deus, e estão deixando os membros da instituição preocupados com a possibilidade de desrespeito por parte de donos de carros que, ao chegarem nos bares para beber, ligam seus potentes sons no máximo do seu volume, não importando com quem está ou não sendo incomodado por tal ato. Problema semelhante é enfrentado pelos fiéis da Igreja Católica, que fica na Praça do Comércio, próxima a vários bares. A violência e o incômodo causados por bêbados também são possibilidades que não podem ser descartadas.
O presidente da Câmara, vereador Eleilson Gama, disse em seu discurso, na noite da inauguração, que os concessionários daqueles quiosques devem pensar em atender também os irmãos da referida Igreja, proporcionando um ambiente agradável para que eles, ao saírem do culto, possam desfrutar do que desejarem ali. Uma coisa é certa, será difícil isso acontecer, porque, provavelmente, o ambiente naqueles quiosques, durante um fim de semana, não será o ambiente ideal para cristãos.
Parte da população de Ponto Novo se opôs à construção dessa obra e até hoje critica. A sorte está lançada. É esperar e torcer para que a violência e o incômodo que podem ser provocados por esse tipo de estabelecimento, não passem de meras possibilidades. Até o fechamento desta matéria, o Portal Ponto Novo não havia conseguido, através da internet, informações sobre o valor total da obra, porém, na relação custo-benefício, esta não trará benefício algum, exceto para os concessionários, que lucrarão com a venda de produtos. Aos demais, resta começar a contabilizar os prejuízos. O Portal Ponto Novo se compromete a acompanhar de perto os fatos decorrentes dessa obra.