Corpo de Johnny coberto por um lençol no Buriá
Por volta das 21h30min, dessa terça-feira, (07/02), foi morto a tiros a pessoa identificada por JANILTON SANTOS SILVA, 28 anos, (Johnny), residente no Buriá. De acordo com informações de conhecidos que estavam próximo no momento, um veículo preto tipo Fiesta, teria passado e parado em uma esquina, esperado o momento em que a vítima retornava para sua casa e efetuaram cerca de 10 tiros, de calibres diferentes, que atingiram a cabeça por trás e as costas, além de outras partes do corpo. Segundo testemunhas, o SAMU teria sido acionado ainda com a vítima viva, mas nem mesmo depois de horas a ambulância não compareceu no local, e a vítima faleceu ali, caído ao chão próximo a uma capela, no citado bairro. Corpo de Léo – Estação

Em menos de uma hora em que aconteceu o homicídio no Buriá, outro homicídio ocorreu defronte a estação ferroviária, sendo que a vítima foi identificada por Daniel Oliveira 33 anos, o Léo da Umburana, que foi alvejado por disparos de arma de fogo, falecendo próximo as escadas que dão acesso a Estação Ferroviária. Uma multidão de curiosos se aglomeraram para ver o corpo da vítima, antes da Polícia Técnica chegar ao local.
No mesmo horário, no Alto do Cigano, uma tentativa de assalto deixou a pessoa de EDMILSOM BATISTA DA SILVA, 32 anos baleado na perna direita, por um tiro de revolver tipo calibre 32. De acordo com a vítima, quando se encontrava em um bar no Alto do Cigano, dois homens teriam chegado e tomado sua pochete, e ainda disparado contra sua perna. Baleado ele foi encaminhado ao Hospital D. Antonio Monteiro, de onde foi medicado.
Maravilha Notícias