Em estado de greve desde o final da manhã do último sábado (04), militares do 6° batalhão da policia Militar em Senhor do Bonfim, estão “aquartelados“. A unidade militar abrange nove municípios e tem um efetivo de 425 militares. Em Senhor do Bonfim (sede) o efetivo é de 230 policiais.

Segundo o Tenente Coronel – Anselmo Bispo, mesmo em estado de greve os serviços essências estão funcionando normalmente: Segurança do Complexo Policial, inclusive com reforço, do quartel geral da policia e o Vídeo monitoramento, serviço que monitora várias câmaras no centro e bairros da cidade. Ainda segundo o comandante, uma guarnição especial da PM com cinco homens, está de prontidão para resolver qualquer ocorrência grave.

Entre as reivindicações dos grevistas, convocados pela ASPRA (Associação de Policiais, Bombeiros e seus Familiares), a categoria reivindica reajuste de 17%, passando por incorporações de gratificação ao saldo (remuneração), regulamentação do pagamento de auxilio acidente, periculosidade e insalubridade.

Segundo a ASPRA – atualmente um soldado recebe salário de R$ 2.300,00 bruto, R$ 1.700,0 liquido.  O governo não reconhece a representatividade da entidade. Por isso não fez uma contraproposta.

Apesar da paralisação,  na delegacia do Complexo Policial de Senhor do Bonfim, o atendimento continua sem movimento diferencial, conforme informação do plantonista.

 

Por : Jeorge Carvalho Torres