O município de Andorinha, no Piemonte Norte do Itapicuru, é sem sombras de dúvidas o mais prejudicado com a longa estiagem. As casas localizadas nos pontos mais altos da cidade, não recebem água há mais de 18 dias. O abastecimento é comprometedor também nos pontos considerados baixos.

A população andorinhense, estava ameaçando fazer uma manifestação na sede da Embasa, em Sr do Bonfim. Na tarde de hoje(27), representantes da empresa, visitaram o municipio e se reuniram com o prefeito Agileu Lima. No encontro, Agileu cobrou mais ação da Embasa e pediu ainda que engenheiros da empresa expliquem para a população quais as medidas que serão tomadas para amenizar a situação.

A Embasa, comunicou que os serviços emergenciais para captação de água a partir do sistema integrado de Santa Rosa de Lima, em Jaguarari, está atrasado devido a falta de material necessário para a obra, podendo haver conclusão dos serviços em um prazo estimado de 90 dias.

Na Próxima segunda(30), às 10 hs, técnicos e engenheiros da Embasa, estarão reunidos na Escola Noêmia Vitor, anunciando para os moradores , que o abastecimento de água da cidade será feito através de carro pipa. Os caros abastecerão o reservatório central que fará a distribuição de água pela tubulação principal, ou seja, a água será liberada nas torneiras, sem a necessidade do abastecimento com o carro pipa de casa em casa.

Um esquema especial de manobra será feito pela empresa para garantir o abastecimento de água na cidade. A reunião que acontecerá na próxima segunda(30), foi solicitada pelo prefeito Agileu Lima.