A exposição de 75 obras de arte do MAC – Museu de Arte Contemporânea (uma Organização Não Governamental, sem fins lucrativos) está aberta na Câmara Municipal de Vereadores de Senhor do Bonfim desde o último 14 de janeiro e vai continua recebendo visitas diárias, das 14h às 18h, até hoje, dia 23 de janeiro, quando se dará o encerramento.
O variado material da mostra cobre as paredes do salão principal da casa parlamentar e ainda ocupa balcão, móveis e o piso. “Aqui estamos expondo apenas uma parte; nosso acervo chega a mais de 200 obras e cerca de 30% delas ou mais são de artes internacionais”, explica Simone Lobão, escultora e pintora que a partir de 2009, em parceria com o professor José Eduardo Clemente (Univasf) e com o apoio de artistas e intelectuais de vários países do mundo criou o museu.Arte de toda parte – Entre as obras expostas na Câmara estão nomes de diversos gêneros artísticos e de diversas origens: Demorou, óleo sobre tela, do artista Paulo Byron (Rio de Janeiro), que com ela ganhou prêmio nacional; Le monde em marcha, acrílico sobre tela, de Pierre de Bancourt (França); Labirinto, pintura surrealista de Netto Casasnova (Senhor do Bonfim); Dichotomy Incarnate, obra da autoria de Cenin Von Catlien (Turquia); O trem da Grota, escultura de autoria de Meló, de Senhor do Bonfim; Imaginarium, arte de Santiago Ribeiro (Portugal); Aquecimento global, quadro do bonfinense Paulo Vicente; Osmenores, obra do artista alemão Orfeu de Santa Tereza, nome adotado face sua paixão pelo Brasil.

Origem global – Muitas peças de grandes dimensões não puderam ser mostradas na Câmara Municipal (parceira da exposição). A totalidade do acervo está provisoriamente na residência do casal Simone/José Eduardo, no bairro Alto da Maravilha. Contém rica diversidade de estilos, formas e técnicas em arte surrealista, impressionista, abstrata, figurativa, realista etc. As peças adquiridas vieram do nosso país, do Japão, China, Itália, Espanha, Portugal, Alemanha, Estados Unidos, Tunísia, Turquia, México, Venezuela, Colômbia, Uruguai, França Argentina, Chile, Finlândia, Guiné, Peru, Bielorússia, Rússia, Marrocos e outros países.
Sede sociocultural – Simone afiança que o MAC já tem terreno e ainda este ano ele terá sede definitiva, em Senhor do Bonfim e está registrado no Sistema Brasileiro de Museus (Ibram). O Diretor Conselho do MAC conta com o desenhista, pintor e professor de inglês Pedro Henrique Cavalcanti. O professor José Eduardo, membro do Conselho Diretor, deixa claro que a finalidade do MAC é ajudar a reduzir a dívida social para com a população excluída do universo das artes visuais. “O MAC quer possibilitar que os jovens, as crianças e adultos tenham acesso gratuito à arte-educação, à educação patrimonial e a educação propriamente dita, em termos culturais”.

S e r v i ç o

Exposição de arte contemporânea
Objeto: Obras de arte variadas, procedentes de todas as partes do planeta;
Duração: de 14 a 23 de janeiro de 2012;
Local: Câmara Municipal de Vereadores;
Horário: Das 14h às 18h;
Organização: Museu de Arte Contemporânea MAC;
Apoio: Câmara de Vereadores de Senhor do Bonfim.
Entrada e visitação: francas ao público.
– – – – – – –
Contatos: http://museudeartecontemporaneamac.blogspot.com/, jeduardoster@gmail.com, Informação sobre o lançamento do acervo: Telefone: (74) 9143.3440.

Ascom