A partir desta quinta-feira (5), a Casa Civil do Estado da Bahia terá novo gestor. O deputado federal Rui Costa (PT) tomará posse do cargo às 10h, na Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem), no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Ele substituirá a antiga Eva Chiavon que foi transferida para a secretaria executiva do Ministério do Planejamento em Brasília.Na cerimônia de posse, além de parlamentares e de chefes de outras secretarias, estará presente também o governador Jacques Wagner. O Prefeito de Andorinha, Agileu Lima recebeu o convite e confirmou a presença através de ligação telefônica ao novo Chefe da Casa Civil.

 

CONSTRUÇÃO DA ESTRADA B-220 – Recentemente em um esforço conjunto entre o então Deputado Federal Rui Costa(PT), Deputado Estadual Carlos Brasileiro(PT) e o Prefeito Agileu Lima(PT) em parceria com a Ferbasa, com recursos oriundos dos Royalties de mineração, o Governo da Bahia confirmou o pedido do gestor para a construção da estrada que liga Andorinha a Senhor do Bonfim (Ba220). Rui Costa visitou Andorinha três vezes após eleito, e no seu discurso sempre deixou claro o sem empenho na luta, ao lado do Prefeito Agileu Lima, para realizar grande ações no Município. 


GRANDES AÇÕES  EM POUCO TEMPO – O Deputado Federal, Rui Costa lutou intensamente pela cidade de Andorinha: Conseguiu a viabilização da extensão de água que será concluída agora em 2012, se esforçou para viabilização da construção da estrada que liga Andorinha a Senhor do Bonfim com conclusão em 2012, destinou através de emenda R$390.000,00 para construção, agora em 2012, da quadra coberta em Medrado e incluiu no PPA da União um emenda no valor de R$150.000.00,00 para a construção do novo Hospital Regional em Senhor do Bonfim que tem previsão para ser construído em 2013. 

 

Sobre Rui Costa 


Natural de Salvador, Rui Costa tem 48 anos e é economista, desenhista-projetista e técnico em instrumentação industrial. Atuou em diversas atividades em empresas do Polo de Camaçari, Candeias e Salvador e, na vida política, foi dirigente do Sindicato dos Químicos e Petroleiros e da Confederação Nacional dos Químicos. Na primeira gestão do governo Wagner, entre 2007 e 2010, Rui foi secretário de Relações Institucionais do governo. No ano de 2010, foi eleito deputado federal e no Congresso integrou as Comissões de Finanças e Tributação, Educação e Cultura e Segurança Pública.