Preso,  no último dia primeiro de setembro, quando foi acusado de praticar extorsão contra um comerciante de carnes na cidade de Filadélfia, o Veterinário, Henrique Antônio de Farias, vai  deixar a prisão. Henrique, entrou com pedido de Habeas Corpus, através do seu advogado, Dr Pedro Cordeiro.

Já o PM da reserva, Raimundo José da Silva, teve pedido negado e vai continuar preso no Batalhao de Policia em Juazeiro. O nome do Advogado do policial não foi revelado.

O pedido de liberdade foi julgado na tarde desta quinta(24), no Tribunal de Justiça da Bahia, em Salvador. Por unanimidade, o pleno do TJ acatou solicitação do advogado bonfinense e determinou a soltura do Veterinário.

O Desembargador, Dr Carlos Alberto Santos, foi o relator do processo, A Desembargadora Nájila Maria Santos Brito, atuou como revisora. A presidente é a Desembargadora Dra Ivete Caldas.