A população de Cansanção superlotou as dependências da Câmara de Vereadores  na noite de ontem(22) para acompanhar mais uma sessão legislativa marcada por denúncias, baixaria e troca de acusações entre vereadores.

A secretária de saúde do município Vilma Rosa de Oliveira Gomes, havia sido convocada para prestar esclarecimentos sobre a saúde pública municipal, porém não pode comparecer e enviou o diretor do Hospital Senhora Santana juntamente com a equipe da secretaria com um relatório completo das ações da pasta, a bancada da oposição não aceitou e exigiu a presença da secretária na próxima sessão. A partir daí a sessão legislativa se transformou em um verdadeiro ringue onde a população presente pode acompanhar a verdadeira face da política Cansançãoense.

Houve um forte esquema de segurança, policiais da CIPE-Caatinga e da Polícia Militar de Cansanção, se posicionaram em pontos estragégicos da casa legislativa, evitando qualquer tipo de tumulto ou agressões físicas aos vereadores e público presente.

O vereador Zé do Cirilo(PSD) em seu discurso fez várias acusações contra Rivaldo Pereira(PDT), presidente da Câmara, e atacou o vereador Cirilo Damasceno(PSDC) que na última sessão havia lhe chamado de picareta. O vereador Cirilo Damasceno mais uma vez chamou Zé do Cirilo de picareta e lhe acusou de ser o responsável pelo processo que o prefeito responde no TRE por compra de votos. Já o vereador Adelândio(PSD) defendeu o seu colega Zé do Cirilo e fez duras críticas aos vereadores da oposição, em seguida prometeu ir até o TCM fazer uma varredura nas contas da Câmara em busca de supostas irregulareidades.

Após desentendimento com vereador, Pintinho quase foi expulso da Câmara

A tentativa da oposião de criar uma CPI para investigar supostas irregularidades na prefeitura, parece ter ido por água abaixo, a sessão do último dia 16 foi anulada, e a bancada da oposição chegou a ensaiar a criação de uma nova comissão, porém não houve acordo com a bancada governista. Momentos antes da sessão houve rumores de que os vereadores da situação estavam preparando a criação de uma CPI para investigar a Câmara, mas no final nenhuma CPI foi criada.

Houve momentos de muita tensão, em um deles o vereador Nevton(PDT) pediu para a polícia expulsar das dependências da Câmara um cidadão conhecido na cidade por Pintinho, que segundo o vereador estava tumultuando a sessão, a tentativa de expulsão foi interrompida após a intervenção de uma advogado presente.

Populares se reunem na frente da Câmara

Momentos antes de terminar a sessão, correligionários do prefeito Ranulfo, montarem na frente da Câmara um telão com sistema de som, onde os funcionáros da Secretária Municipal de Saúde mostraram para centenas de populares presentes, suas ações desenvolidas durante o ano de 2011. A apresentação acabou se transformando em um ato político que terminou com muitos fogos e carreata pelas ruas da cidade.

A Câmara de Cansanção é composta pelos vereadores, Rivaldo Pereira, Zé do Cirilo, Adelândio, Nevton Bispo, Cirilo Damasceno, Nelson Alcântara, Genivaldo Moura, Ví do Canário e Júnior César. Na sessão de ontem, todos estavam presentes.

Por: Gabriel Araújo