Prefeitura não estaria dando apoio como combinado.

Alguns professores da rede municipal da cidade de Saúde poderão abandonar a faculdade (Plataforma Freire) por falta de apoio da prefeitura.A Plataforma Freire é um programa criado pelo MEC – Ministério da Educação com o objetivo de tornar-se uma porta de entrada para os professores da educação básica pública no Brasil, no exercício do magistério, nas instituições públicas de ensino superior.De acordo com a Secretária Geral do Sindicato dos Servidores Públicos, o município de Saúde em 2009 assinou um termo de adesão com a Secretaria de Educação, firmando o compromisso de disponibilizar meios de transporte, hospedagem e alimentação para os cursistas da rede municipal nos encontros presenciais e seminários (conforme cópia do termo de adesão fornecida pelo Instituto Anísio Teixeira), em 2010 a prefeitura pagou ajuda de custo pelo FUNDEB 60, de maneira irregular, pois poderia pagar pelo FUNDEB 40 ou pelos recursos próprios investidos na educação, sendo notificada pelo TCM e em 2011 a Prefeitura cumpriu com o compromisso somente até o mês de abril e desse tempo até agora, nós professores estamos arcando com toda despesa, onde alguns professores já estão pensando em desistir.Saúde é o único município da nossa região que não está dando apoio aos seus professores.“É desse jeito que estão querendo uma educação de qualidade?” questionou a Secretária. Fonte:(SSPS):Sindicato dos Servidores Públicos de Saúde.