Carlos Brasileiro (PT

Há cerca de 10 dias, o secretário estadual de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, Carlos Brasileiro, foi praticamente rendido por cerca de 12 homens fortemente armados durante uma visita a uma localidade conhecida como Boqueirão da Nova República, pertencente ao bairro da Santa Cruz, onde o governo do Estado recentemente implantou uma UPP – Unidade Policial Pacificadora.

 

Brasileiro havia sido convidado para ir até o local por uma liderança local conhecida como Cristiano Santos e mais a Associação de Moradores União Santa Cruz e o Instituto Entre Aspas, que também atuam na comunidade, com o objetivo de que pudesse constatar pessoalmente que a iniciativa da secretaria estadual de Segurança Pública não estava dando o resultado esperado – e divulgado na mídia.

Como não acreditou no relato da comunidade e pagou para ver, o secretário foi surpreendido com a situação. Ele teria estado acompanhado de cerca de oito assessores e mais Cristiano Santos. A tensão teria chegado ao ápice quando, momentos depois do encontro, um dos membros do grupo do secretário, provavelmente sem se dar conta do perigo, sacou uma câmera de dentro da mochila para registrar a visita.

A muito custo, os homens armados que receberam hostilmente o secretário teriam concordado em deixá-lo retornar imediatamente, depois da intervenção de um pastor de uma igreja evangélica local. “Aleluia”, teriam gritado de alívio os assessores de Brasileiro no momento em que a comitiva alcançou de volta os carros em que pode, rapidamente, deixar a Santa Cruz

Fonte: Politica Livre