O Prefeito Paulo Machado (PP) se cansou das “provocações” do Vereador Gustavo Miranda(PcdoB) e enviou carta ao Partido Comunista pedindo a disponibilização dos cargos que ocupam. Essa atitude aparentemente  diplomática do Prefeito é apenas um rito politico natural para a expulsão do grupo politico que tem participação efetiva no Governo Municipal mas faz o viés de oposição na Câmara e na imprensa; apenas para lembrar, o PSB, aliado fiel desde o primeiro mandato de Carlos Brasileiro(PT) em 2000, nunca colocou as mãos em uma Secretária, diferente dos comunistas que sempre tiveram prestigio na administração petista. 
O Executivo terá que lidar com um Partido com representação na Câmara, unido e historicamente de esquerda. O PCdoB em Senhor do Bonfim tem como líder maior e articulador o Edil Gustavo Augusto Barros de Miranda, filiado ao PCdoB em 25 de Setembro de 2003,eleito para a Câmara Municipal em 2008, candidato a Deputado Estadual em 2010(não eleito), defensor do fim da reeleição em qualquer instância, crítico da atual administração municipal e companheiro de Partido do ex-petista Zé Antônio(adversário de Paulo Machado). 
Outra peça no quebra cabeça do Prefeito é o comunista Andreilto de Almeida Barbosa, Secretário de Meio Ambiente do Município, candidato a Vereador em 2012, filiado em 28 de Setembro de 2003 (três dias após a filiação de Gustavo), líder no PCdoB e ex-presidente municipal da sigla. Diferente de Gustavo que recentemente tem trocado farpas com o Gestor Bonfinense, o Secretário aparece sempre em público como integrante da comitiva do Prefeito, não faz críticas em público e precisa correr contra o tempo para emplacar alguns projetos da sua Secretaria antes do possível rompimento.
A carta enviada à Presidente da comissão provisória, Viviane de Souza Barbosa, tem como objetivo pressionar o Partido à decisão de integrar a base ou se tornar oposição e engrossar as fileiras do PT na base esquerdista. A decisão será tomada em colegiado, como é de costume, pelos líderes do Partido, até porque a Presidente Viviane não faz parte da lista oficial do PCdoB-Senhor do Bonfim enviada a Justiça eleitoral no prazo estabelecido para a submissão( 14 de Outubro), não há registros no TSE da sua filiação no PCdoB, e os membros não confiarão essa decisão para uma recém filiada. Se a Presidente se filiou depois do prazo da submissão o seu nome só aparecerá em Maio de 2012, até lá os Comunistas já terão decido do muro, talvez.