Após um período de portas fechadas por problemas financeiros, a Faculdade Olga Mettig anunciou que voltará a funcionar já em 2012. A instituição acaba de ser vendida ao ex-deputado Severiano Alves (PMDB). A compra foi concretizada nesta segunda-feira (19) e, segundo o reitor da faculdade, a negociação foi rápida. Até o final do ano, garantiu o gestor, o novo dono já terá posse de todas as matrizes da faculdade.Severinao Alves lembrou que sempre esteve envolvido com a causa da educação e que o negócio passará de uma família para outra, pois a administração da faculdade será regida por ele com o apoio de familiares. Embora não tenha divulgado o valor do investimento, o ex-deputado contou que as a compra está dentro de suas “possibilidades financeiras”. Quanto à reativação dos cursos, o reitor da universidade, Marcelo Rocha, garantiu que a faculdade está com todas as autorizações em dia com o Ministério da Educação.

Após 43 anos de atuação no Ensino Superior, a Faculdade Olga Mettig anunciou falência no começo deste ano. Entre os motivos que levaram a rede à crise financeira estão a forte concorrência, os altos índices de inadimplência e o baixo número de inscritos para os cursos de graduação no primeiro semestre de 2011. À época, os alunos da graduação foram transferidos para três instituições de ensino privado de Salvador. Os cursos de pós-graduação continuaram em atividade.

Novos cursos são meta

A concorrência de grandes grupos internacionais é apontada como um dos entraves ao crescimento de instituições de pequeno porte. Segundo Rocha, a Bahia tinha apenas sete faculdades particulares, e esse número passou, em cerca de uma década, a 150, a maioria delas instituições conta com investimento de capital estrangeiro. Para o ex-deputado Severiano Alves, o caminho para se manter no mercado cada vez mais competitivo da educação é aliar experiência com qualidade e criatividade.Para tanto, ele já sinaliza vontade de dar início à ampliação do leque de cursos da instituição. A ideia é apostar em cursos mais atuais, cuja mão de obra seja facilmente absorvida pelo mercado de trabalho. Antes de fechar as portas, a instituição oferecia três graduações: administração, pedagogia e turismo. Além disso, também há estudos para a implantação de cursos de formação profissional. Fonte; Espaço Aberto.Net