Milho Hidropônico é Alternativa Simples, Rápida e Barata para alimentação Animal no Semiárido

Gostaria de começar essa matéria explicando o significado de Hidroponia (hydro = água e ponos = trabalho/cultivar) è a técnica de plantar sem solo (Substitui por um substrato que pode ser bagaço de cana hidrolisado, palha de arroz ou feno picotado), onde as raízes recebem uma solução nutritiva balanceada que contém água e todos os nutrientes essenciais ao desenvolvimento da planta.

O milho Hidropônico é ideal para alimentação de rebanhos bovinos, ovinos, caprinos tanto de corte quanto de leite, servindo também para alimentar suínos, cavalos e aves. O ciclo de forrageira (milho) é de 15 dias do plantio à colheita, atingindo neste período a altura média de 25 à 28 cm e ótima concentração de nutrientes, com um gasto de água insignificante. A sustentabilidade do sistema produtivo através do cultivo hidropônico de forragem independe das condições  climáticas, apresenta uma alta produtividade de 25 a 30 kg/m2 equivalente a 6.840 toneladas/ha./ano.

Ela elimina o uso de agrotóxicos, devido a inexistência de ervas daninhas, apresenta um baixo custo de produção, produzindo 1 tonelada de volumoso com cerca de R$ 10,00, meio hectare pode render 100 toneladas ao mês.

Segundo HENRIQUES (2000) cita que o milho hidropônico colhido entre 16 e 20 dias, em sistema de produção a céu-aberto, possui cerca de 20,4 % de FS (forragem seca). Em relação à proteína bruta, o milho apresentou maior teor (18,26%) em relação ao milheto (12,79%)

Em média, cada animal consome 1,2 mil quilos de milho hidropônico por dia, ao custo de R$ 0,15. Em um canteiro de seis metros quadrados, é possível produzir 116 quilos de forragem hidropônica ao custo total de R$ 115. Ao milho, são acrescidos quatro quilos de farelo de soja ou trigo, totalizando 120 quilos, volume suficiente para alimentar aproximadamente 100 cabeças de caprinos ou ovinos por dia. 

PASSO A PASSO

1º passo: As sementes são colocadas de molho na água, por 24 horas, para facilitar a germinação 

2º passo:  Após a limpeza da área demarcada, forra-se a área com uma lona dupla face, com a parte preta voltada para baixo, e distribui-se o substrato (bagaço de cana hidrolisado, palha de arroz ou feno picotado), até formar uma camada de dez  centímetros 

3º passo: Em seguida, aplica-se a solução nutritiva (250g de supersimples e 450g de calcário calcítrico), espalhando sobre ela oito quilos de sementes de milho, cobrindo-as com cinco centímetros de substrato. Nesse processo é necessário fazer a adubação foliar com macro e micronutrientes quelatizados, depois de sete dias da semeadura, colocando 50 ml em 20 litros de água. Essa adubação deve ser repetida também no décimo dia. Todo o sistema é irrigado desde o primeiro dia, com 40 litros de água, sendo 20 litros pela manhã, e 20 à tarde, suspendendo esta irrigação, três dias antes da colheita. OBS: Essa solução você encontra em Lojas de produtos Agrícolas de preferências a que vendem produtos naturais ou consulte um Engº Agrônomo.

Utilizando essa técnica, o milho hidropônico pode ser colhido em 15 dias, enrolado como se fosse um tapete, processado na forrageira para homogeneiza-lo, podemos enriquecer esse volumoso, misturando com farelo de trigo ou soja, ficando, assim, pronto para ser fornecido aos animais. 

Como vocês viram o Milho Hidropônico é uma alternativa barata de fácil manejo, produz um alimento altamente nutritivo para o rebanho ovino, caprino e bovino,  ideal para pequenas áreas e  esta sendo uma alternativa para produtores de grande, médio e pequeno porte  nas regiões mais secas do Brasil.

MATERIAIS NECESSÁRIOS

Lona DUPLA FACE, cor preta voltada para baixo, impermeabilização do solo;
Substrato (bagaço de cana, feno picado);
Nutrientes: Super simples, Calcário calcitrico e macro e micro nutrientes ( esse ultimo pode usar adubos foliares);
Balde de 20 Litros de Água; (Irrigar com 20 Litros de Água pela manha e pela tarde)
Sementes de Milho (08 Kg de Milho para 6 metros quadrados)

LAYOUT DO CANTEIRO

*Por Luiz Eduardo – Engenheiro Agrônomo <luizeduardopereira27@gmail.com> 
Trabalha na Empresa Baiana Desenvolvimento Agropecuário – EBDA

Bonfinense está entre os participantes da Campus Party

Pela primeira vez na Bahia, a Campus Party, que é considerada a maior experiência do mundo na área de tecnologia e inovação, se estenderá até este domingo (13), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Do ponto de vista internacional, é a primeira vez que a feira ocorre em um estádio de futebol.

O bonfinense Hugo Alexandre, ou “Hugo Só Agitos”, como é mais conhecido, está entre os mais de 4 mil participantes do evento. Participando pela segunda vez (a primeira foi em Recife há alguns anos atrás), Hugo acredita que a participação na feira aumenta seus conhecimentos na área de inovação e tecnologia.

“Pela segunda vez participo da Campus Party. Este é um evento considerado o maior do mundo em questão de tecnologia e inovação, é realizado em vários países e agora invade de vez o Brasil. Estou aqui com certeza de estar ampliando muito mais o meu conhecimento na área que atuo profissionalmente, Mídias Sociais, Transmissões Online, Empreendedorismo e muito mais”, disse.

Segundo a Secretaria de Comunicação Social do Governo do Estado (Secom), a Campus Party reúne jovens em um festival de inovação, criatividade, ciência, empreendedorismo e universo digital. Realizada pela primeira vez em 1997, na Espanha, ela já produziu edições em países como Holanda, Alemanha, Reino Unido, Argentina e Equador. O evento está no Brasil há dez anos, com edições em São Paulo, Minas Gerais, Recife e Distrito Federal, entre outros.

Fonte: BlogDoEloiltonCajuhy

Petrolina ganha mais um grande empreendimento: Eucalipto do Vale

O Vale do São Francisco acaba de ganhar mais um grande empreendimento: O Eucalipto do Vale, uma empresa especializada na venda de madeira de reflorestamento e que tem compromisso com a natureza.

img_9267

Uma iniciativa dos irmãos Guthemberg Amaral e Camilo Amaral, que juntos decidiram investir no Eucalipto do Vale, que vai ser de bastante aproveito na área da agricultura, construção civil, arquitetura e decoração, como produções de parques infantis, decks, coberturas, móveis rústicos, churrasqueiras, madeira para agricultura, dentre outros serviços.

O Eucalipto do Vale irá atender toda região do Vale do São Francisco como também municípios do norte da Bahia, como Senhor do Bonfim e região.

Venha nos fazer uma visita: O Eucalipto do Vale está localizado na Avenida Clementino Coelho em Petrolina – Pernambuco.

Siga nossas redes sociais e fique bem informado sobre nossas novidades e promoções: Facebook.com/EucaliptoDoVale e Instagram.com/EucaliptoDoVale.

*Por Hugo SóAgitos – Assessoria de Imprensa Eucalipto do Vale