A reurbanização da Avenida Antônio Laurindo, na entrada da cidade, é uma das mais cobradas pela população.

Várias obras anunciadas pelo governo de Carlos Brasileiro, em Senhor do Bonfim, continuam paradas e gerando desconforto e descontentamento, isso sem contar de algumas consequências que podem interferir no cotidiano dos que trafegam em tais obras.

Anunciado com pompas pela prefeitura, que até distribuiu um vídeo mostrando como seria a nova entrada da cidade, as obras seguem paradas.

Um verdadeiro exemplo de desperdício e sangria de recursos públicos. As intervenções já realizadas estão parcialmente destruídas.

Em uma das calçadas,  as barras de concreto não suportaram a força das enxurradas provocadas pelas chuvas e praticamente estão jogadas ao chão. O material usado para o contra piso, que também custou o dinheiro da população, está indo ralo abaixo.

O desconforto é percebivel para os pedestres que por ali passam todos os dias. A obra  que segue parada, tem previsão de conclusão em abril de 2020 e foi iniciada em maio do ano passado.

Além da reurbanização da entrada da cidade, outras obras como movimentações de ruas e até mesmo esgotamento sanitário na Igara, seguem o mesmo script que poderia facilmente criar uma sinopse para uma série com a trama “como desperdiçar dinheiro público com obras paradas”.

Aguarda-se posição do município para informações de relevância para a população diante de tais cobranças.

O moderno projeto arquitetônico tem um investimento superior a R$ 1,5 milhão e faz parte do Programa Bonfim em Desenvolvimento. A intervenção urbanística começa na rotatória do contorno e segue até a Praça Dr. Antônio Gonçalves, no centro.

Os serviços e a presença do prefeito só foram notadas na área,  no início das obras. Hoje, nem os serviços e nem o prefeito são mais vistos no local.

Foto Ascom

No vídeo abaixo um sonho, nas fotos apresentadas na matéria,  a triste realidade: