07/08 – Vagner Lavor falou sobre a reposição salarial de 5% concedido aos servidores municipais. 

O projeto de autoria do executivo municipal de Andorinha, que concedeu reposição salarial de 5% (cinco por cento) aos servidores municipais e ocupantes de outros cargos, foi tema do pronunciamento do vereador Vagner Lavor, que ao fazer uso da tribuna, lamentou a forma como o projeto foi enviado a câmara, aonde segundo ele, o chefe do executivo não contemplou os agentes de saúde e de endemias “Na mensagem o prefeito explica que os agentes estão ficando de fora, porque seus salários são baseados em norma federal” explicou o vereador.

Vagner Lavor também solicitou que o gestor cumpra as normas federais, e pague aos agentes o auxílio transporte, e o incentivo financeiro que os profissionais também tem direito.

Em Andorinha obras do governo federal ainda não foram concluídas.

Tachando o Presidente da República, Jair Bolsonaro, de maluco, o vereador, Neguinho do Gregório, lamentou o fato de algumas obras do governo federal que estão sendo executadas em Andorinha, ainda não terem sido concluídas, segundo ele, por conta da troca de governo algumas obras ainda não foram inauguradas.

O vereador parabenizou o prefeito, Renato Brandão, lembrando que os agentes de saúde do município já estão recebendo o piso nacional, “hoje nem Senhor do Bonfim paga o piso, e aqui em Andorinha o prefeito faz questão de cumpri a lei” disse Neguinho.

Irmão Ednaldo esteve visitando creche de Riacho Seco.

Cumprindo com seu papel de fiscalizar as ações do executivo, o vereador, Irmão Edinaldo, esteve na localidade de Riacho Seco, e percebeu que a creche precisa de alguns reparos, segundo o parlamentar, ao chegar à creche, sentiu forte cheiro de morcego, ele usou a tribuna na sessão da última quarta-feira, para informar que também presenciou alguns morcegos no telhado da creche “ali tem crianças, a creche não é forrada e seria bom o conselho de educação fazer uma visita, e o município tomar providências, porque corre o risco de cair sujeira no tanque e na refeição quando as crianças estiverem merendando” alertou Irmão Ednaldo.

Com tempo chuvoso infelizmente município não tem como fazer manutenção das estradas, explica Dona Lurdinha.

Falando sobre a situação das estradas do município, a vereadora Dona Lurdinha, concordou que as estradas estão intrafegáveis, mais também com o clima atual, não tem prefeito que resolva o problema. “Só Deus para fazer alguma coisa, e mesmo assim, Deus faz e ainda tem pessoas que reclamam. Essa situação das estradas não é boa para ninguém, principalmente para o povo da zona rural, mas nós temos que agradecer a Deus, porque choveu bastante nas trovoadas, e continua chovendo no inverno, porém temos que ser realista e com essas chuvas, o prefeito não pode fazer nada agora” explicou Dona Lurdinha.

Agnaldo Pinheiro foi à tribuna e chamou a atenção da Secretaria de Educação.

O vereador Agnaldo Pinheiro (PCdoB), fazendo uso da tribuna, depois de concordar com o pronunciamento do colega, Irmão Edinaldo, pediu a secretária de educação de Andorinha, mais atenção com a creche, segundo ele, não é porque está construindo uma creche, que o município vai abandonar o espaço atual que abriga as crianças do município “sabemos que a imunidade de uma criança não é com a de um adulto, o município precisar adotar providências” alegou.

Precisamos procurar nossos deputados, afirma Ancelmo Enfermeiro.

Durante a sessão da Câmara de Andorinha, o vereador Ancelmo Enfermeiro, pediu aos colegas vereadores mais união, segundo ele, existem municípios na região menores que Andorinha e que possuem hospital, enquanto que Andorinha tem apenas um posto de saúde, “está na hora da gente procurar os deputados que apoiamos o povo de Andorinha já deu resposta na última eleição, quando decidiu trocar a maioria dos vereadores, e quem não mostrar serviço poderá não conseguir ocupar uma dessas cadeiras” alertou Ancelmo Enfermeiro.

Mesmo com as chuvas prefeitura de Andorinha está tentando arrumar estradas vicinais.

Estradas vicinais do município de Andorinha, segundo o vereador, Pega Bala, estão intrafegáveis, mais ele explicou que não é por falta de patrolamento, e sim, por conta da chuva que tem caído na região “Tem chovido muito em nossa região, isso é muito bom, até porque, nosso município sofre com períodos em que a seca é muito grande, e agora, temos registrado chuva durante os meses de junho, julho e agosto, realmente as estradas estão péssimas, mas não é por falta de patrolamento, a semana passada a prefeitura fez a manutenção de uma estrada, e com a chuva que caiu, a estrada está intrafegável novamente” explicou Pega Bala.

Via Ivan Silva