Os investimentos do Governo da Bahia na agricultura familiar não param. O segmento é considerado um dos principais vetores do desenvolvimento do Estado, capaz de gerar emprego, renda, qualidade de vida para milhares de baianos. Como parte desse compromisso, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), realizou, nesta sexta-feira (17), a assinatura de convênios e entrega de kits apícolas, que somam mais de R$ 1,4 milhão, destinados a  agricultores familiares do município de Campo Formoso, Território Norte do Itapicuru.

Os atos aconteceram durante o Seminário Parceria Mais Forte – Governo do Estado e Prefeitura juntos pela Agricultura Familiar, realizado no Centro Cultural Professor Rômulo Galvão de Carvalho, que reuniu mais de 350 pessoas, entre agricultores e agricultoras familiares organizados em cooperativas, associações e sindicatos, prefeitos, vereadores, secretários municipais, líderes comunitários, deputados estaduais e federais. O evento foi promovido pela SDR e a Prefeitura de Campo Formoso.

O secretário da SDR, Josias Gomes, destacou que é necessário continuar fomentando a agricultura familiar com investimentos, para que ela seja cada vez mais sustentável e continue transformando a vida das pessoas. “Faz parte dos compromissos de o Governo do Estado ajudar a promover as condições para que agricultores continuem produzindo mais e melhor. Nessa parceria, Estado e Prefeitura, quem ganha é o agricultor familiar, pois quanto mais tiver acompanhamento técnico vamos elevando a produtividade, com agregação de valor e melhor qualidade de vida”, salientou Josias Gomes.

Durante o seminário, o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, disse que o desenvolvimento rural de Campo Formoso está se tornando referência para outros municípios: “Aqui, nós estamos vendo o resultado dos projetos, das entregas como kits de apicultura, kits forrageiras, hortais, barreiros, cisternas calçadão, enfim, há um conjunto de investimentos que melhora a produção das famílias e movimenta o que em larga escala, a economia do município e das cidades circunvizinhas”.

Plano de Desenvolvimento e certificação

Para ampliar as ações em comunidades rurais em Campo Formoso, foi assinado um Acordo de Cooperação Técnica entre a SDR/CAR, por meio do projeto Pró-Semiárido, com a Prefeitura Municipal. Como resultado, será elaborado e implementado um Plano de Desenvolvimento e Investimento em oito comunidades rurais, com um investimento de R$ 800 mil.

Também foi celebrado convênio, no âmbito do projeto Pró-Semiárido, com a Associação dos Moradores e Plantadores de Frutas  e Hortigranjeiros da Fazenda Barroca de Cima e Adjacências (ABC Orgânico), no valor  R$ 354.200,00, com objetivo de preparar e organizar agricultores e agricultoras do Semiárido baiano para certificação orgânica em Sistema Participativo de Garantia, de acordo com a Lei de Produtos Orgânicos. O convênio beneficiará diretamente 300 famílias dos municípios de Senhor do Bonfim, Campo Formoso, Ponto Novo, Antônio Gonçalves, Andorinha, Jaguarari, Pindobaçu, Filadélfia, Caldeirão Grande, Itiúba e Queimadas.

José Raimundo Ramalho, presidente ABC Orgânico, observou que a certificação orgânica “agrega valor econômico à venda de frutas e hortaliças. Nosso trabalho é em prol do crescimento da oferta de produtos da agricultura familiar, em mais espaços de comercialização. Alimentos saudáveis, sem uso de agrotóxicos e devidamente certificado “.

A prefeita de Campo Formoso, Rose Menezes, disse que “hoje foi um dia histórico para município”. Segundo ela, os convênios assinados e o seminário, demonstram “ a valorização do cidadão e principalmente do homem do campo  e ajuda a despertar nele o grande potencial de geração de emprego e renda que está ali bem pertinho da casa dele. É possível sobreviver de forma confortável  e com a segurança alimentar devida dentro  da sua própria área”, afirmou.

Fomento à apicultura

Foram entregues 152 kits de produção apícola para agricultores familiares do Território Piemonte Norte do Itapicuru. O investimento ultrapassa R$ 276 mil. “Esses kits são de grande valia para comunidade, que a partir da apicultura poderá melhorar a renda com a produção de mel”, afirmou Ana Paula dos Santos, tesoureira da Associação Comunitária dos Agricultores e Moradores da Região da Cacimbinha, uma das entidades beneficiadas, junto com a Cooperativa Apícola e Pesqueira de Campo Formoso e Associação Comunitária dos Trabalhadores Rurais da Caraíba.

Mais informações

O Pró-Semiárido é um projeto executado pela CAR/SDR resultado de um acordo de empréstimo entre o Governo da Bahia e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida).

 

 

Fotos : André Frutuôso

Silvia Costa

Coordenadora de Comunicação