Neste sábado, 11 de novembro de 2017, ocorreu em São Paulo a celebração dos 120 anos da guerra de Canudos, no salão do Bloco
Caprichosos do Piquerí.
Trata-se do 16° Encontro da UPIC – União pelos Ideais de Canudos, que congrega Canudenses e seus amigos moradores de São Paulo. Mais de mil pessoas se reuniram, inicialmente para ouvir o Prof. Luiz Paulo Neiva, que ao abrir o evento fez uma síntese da importância de preservar a
memória e a historia de Canudos, notadamente neste momento em que o Brasil atravessa uma grande crise institucional, política e econômica. “O exemplo de Canudos está vivo nos dias atuais”. O Prof. Luiz Paulo aproveitou para lançar em São Paulo a campanha para nominar a estação do metrô do aeroporto de Salvador- Antônio Conselheiro, símbolo da resistência e luta por uma sociedade fraterna e sem explorações. Os presentes se comprometeram a enviar correspondência ao Governador Rui Costa para sancionar o Projeto da Comissão dos 120 Anos, encampada pelos Deputados Rosemberg e Fátima Nunes.
Sob a batuta dos coordenadores da UPIC João Evangelista Régis e José Aloncio e Fátima Paschoali o evento deu continuidade com a participação do Sr. Eddy Montes, notável filho do Conselheirista Melchíades. Marcante, também, foi o lançamento de dois importantes livros (Canudos “uma vila florescente e rica” e Conselheiro, Canudos e outro temas); em noite de autógrafo, o escritor José Gonçalves do Nascimento se pronunciou com elevado grau de emoção e pertencimento.
A noite foi de festa animadíssima pelas bandas: A Favorita do Brasil – Zezinho da Ema, Edcarlos Souza, Ivan Sá, Rogério Kaxorrão Fenomenal e Renan Rhiel.
Entre outros municípios registraram presença Canudos, Monte Santo, Quijingue, Uauá e Euclides da Cunha, Aurelino Leal, Tucano, Macurure, Paulo Afonso, Antas, Cícero Dantas, Abaíra, Jeremoabo e Pombal.

ASCOM/UNEB CANUDOS